Connect with us

SEGURANÇA

Polícia Comunitária debate a participação da população em combate à criminalidade

Published

on

O 1º Encontro Regional dos Conselhos Comunitários de Segurança (Conseg), realizado nesta sexta-feira (13.05), em Campo Verde (135 km de Cuiabá), discutiu novas medidas de segurança na região leste de Mato Grosso. Durante o evento, foi discutida a importância da população contribuir com as ações de combate à criminalidade e se juntar com as forças de segurança. 

O evento é organizado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), por meio da Coordenadoria Estadual de Polícia Comunitária (CEPC) com a Federal Estadual dos Conselhos de Segurança, e reuniu os representantes dos Consegs dos municípios de Campo Verde, Primavera do Leste, Santo Antônio do Leste, Poxoréo, Gaúcha do Norte e Dom Aquino.

O coordenador estadual de Polícia Comunitária (CEPC), tenente-coronel PM Sebastião Carlos Rodrigues da Silva, destacou que a população tem um papel fundamental no combate à criminalidade. “A segurança pública também é um espaço para que a comunidade contribua com ideias para fortalecer as ações de segurança”, explicou.

Carlos lembrou que o espaço para a participação popular está aberto, por meio dos conselhos de segurança, para contribuir com a redução dos índices criminais. “Segurança pública não se faz apenas com as forças policiais, mas também com a colaboração da população e a sociedade tem o espaço aberto para discutir políticas públicas e se envolver com as ações de segurança da sua comunidade”, pontuou. 

Leia mais:  Operação fiscaliza 123 veículos e prende quatro pessoas por embriaguez ao volante em Cuiabá

O coronel também destacou a importância do envolvimento das prefeituras dos municípios participarem das ações de segurança. “As prefeituras estão começando a trabalhar juntos com as forças de segurança na busca pela polução dos conflitos de segurança pública para dar mais qualidade do serviço à população”, lembrou.

O presidente do Conseg de Campo Verde, Antônio Aparecido Toneto, agradeceu e lembrou que o diálogo com as forças de segurança é muito importante para atuação do conselho.  “A Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar têm nos dado atenção necessária quando solicitados, e isso é fundamental para oferecer melhor atenção a comunidade”, disse.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

SEGURANÇA

Politec é acionada para apurar causas do acidente na BR-163 entre ônibus e carreta

Published

on

A Gerência de Criminalística da Politec de Sinop (distante 479 quilômetros da capital) foi requisitada para a realização da perícia para apurar as causas e circunstâncias do acidente ocorrido nesta terça-feira (17.05) no km 799 da BR-163, envolvendo um ônibus e uma carreta.

No ônibus haviam 47 pessoas, incluindo o motorista. Diversas pessoas foram socorridas. Sete vítimas fatais estavam entre os ocupantes do ônibus.

As vítimas foram encaminhadas para a Gerência de Medicina Legal de Sinop, onde passarão pelos procedimentos de necrópsia e identificação técnica. No momento, os papiloscopistas aguardam o envio das documentações das vítimas para a realização do confronto das impressões digitais e posterior liberação dos corpos aos familiares.

Conforme o perito oficial criminal Leandro Valendorf, as análises no local do acidente, como marcas de frenagens na pista, permitiram identificar que o ônibus trafegava no sentido Sorriso – Sinop, e a carreta no sentido oposto, quando o ônibus invadiu a faixa e produziu a colisão na lateral da carreta. Em decorrência dessa colisão houveram danos no ônibus que acabaram por atingir os passageiros.

Leia mais:  Homem é preso com arsenal de espingardas, revólver e munições

Os motivos que contribuíram para o acidente ainda serão analisados pela perícia e constarão no laudo pericial.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

SEGURANÇA

Ciosp registra mais de 2,5 mil denúncias anônimas no primeiro quadrimestre de 2022

Published

on

De janeiro a abril de 2022, o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), recebeu 2.538 denúncias anônimas sobre práticas criminosas. Os dados são referentes às ligações direcionados ao 197 e 181, canais de denúncias que permitem que o cidadão mato-grossense contribua para a solução de crimes sem precisar revelar sua identidade.  

O tráfico de drogas lidera o ranking de denúncias, com 835 registros. Já na segunda posição estão os estelionatos, somando 308 casos, e em terceiro lugar os maus tratos aos animais, com 149 ocorrências. 

A perturbação da tranquilidade também aparece em destaque, com 127 denúncias registradas. Em seguida surgem as ligações sobre foragidos da Justiça, 124 levados ao conhecimento da polícia por meio de denúncias anônimas.

O coordenador do Ciosp, tenente-coronel BM Rogério Quinteiro, ressaltou a importância do canal de denúncias à população e assegurou o sigilo do serviço ao denunciante.

“O canal de denúncia constitui uma ferramenta extremamente importante para o auxílio na resolução de crimes. As pessoas podem ficar tranquilas ao fazer a denúncia por meio dos números 197 e 181, pois o sigilo é garantido”, destaca o coordenador do Ciosp.

Leia mais:  Sesp implanta projeto de remição de pena por leitura

Já em 2021, o primeiro quadrimestre, o crime que apresentou maior número de denúncia foi o tráfico de drogas, sendo 1.070 ocorrências, seguido de estelionato, com 286 registros, e maus tratos aos animais, com 171 ligações.

Ainda neste período, também apareceram na lista de ocorrências mais denunciadas crimes como formação de quadrilha, com 142 registros, e 88 casos relacionados ao descumprimento de medidas de segurança na prevenção ao coronavírus.

As ligações telefônicas para o 197 e o 181 não têm custo para o denunciante, são anônimas e acessíveis a todas as modalidades de crimes. O Ciosp também recebe chamadas dos números de emergência da Polícia Militar (190), Corpo de Bombeiros Militar (193), Guarda Municipal (153), Trânsito do Município (118), Defesa Civil (199) e da Polícia Rodoviária Federal (191).

Canal virtual

Os canais virtuais são outras alternativas para a população denunciar os crimes. O denunciante pode recorrer ao site da Sesp-MT, por meio do E-Denúncias e ao site da delegacia virtual da Polícia Judiciária Civil (PJC-MT).

Para o site E-Denúncias, o cidadão deve acessar este LINK ou o site da Sesp-MT, localizando o ícone no canto superior direito do site. A ferramenta também é disponibilizada no ícone Cidadão, na barra de Serviços do site da Secretaria.

Leia mais:  Policiais penais frustram tentativa de fuga de 15 reeducandos em Nova Mutum

Outra opção de denúncia é pelo canal da delegacia virtual da Polícia Judiciária Civil, pelo site: www.delegaciavirtual.mt.gov.br.

(Com supervisão de Alecy Alves)

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262