conecte-se conosco


SEGURANÇA

Polícia Federal prende suspeito de planejar ataques terroristas

Publicado


A Polícia Federal informou que prendeu na manhã de hoje (2), em Maringá (PR), um homem suspeito de planejar ataques terroristas. O suspeito foi detido após a PF deflagrar a Operação Trastejo, que investiga possíveis atos preparatórios de terrorismo. Também foram apreendidos uma espingarda calibre 32 e muitos simulacros de arma.

De acordo com a PF, as investigações apontam para o recrutamento e radicalização por meio virtual de um jovem, que passou a assumir uma visão religiosa extremista e violenta, com potencial para provocar atos definidos em lei como terrorismo.

A PF disse ainda que o indivíduo vinha mantendo contato direto com radicais islâmicos no exterior, manifestando intenção de viajar para outros países, como o Iraque, e incorporar-se a organizações terroristas.

“A investigação constatou que o preso possui treinamento para o manuseio e emprego de armas, além de motivação (radicalismo religioso) e meios (armas e munições), podendo a qualquer momento ou oportunidade fechar o ciclo para a consumação de ato terrorista”, informou a polícia.

Segundo a PF, o preso possui extenso histórico de registros criminais, incluindo posse de entorpecente, ação penal pela prática do crime de homicídio qualificado e condenação por posse irregular de arma de fogo e outra por tentativa de roubo.

Leia mais:  "Minha avaliação de tudo que observei é absolutamente positiva", afirma presidente do TJMT sobre nova estrutura da Penitenciária Central

A polícia disse ainda o investigado chegou a circular vídeos em grupos na internet, em que exibia, encapuzado, armas, munição, rádio comunicador, cédulas de dólares americanos, dentre outros itens, proferindo conteúdo extremista e manifestando desejo de executar mortes de inocentes em uma ação suicida.

A PF disse que o suspeito foi detido com base na previsão da Lei de Enfrentamento ao Terrorismo sobre a prática de atos preparatórios ao terrorismo com o propósito inequívoco de consumar tal delito. As penas previstas na lei chegam a 30 anos de reclusão.

A Operação Trastejo é uma referência a um defeito no braço do instrumento de corda que provoca problemas na emissão do som. O nome foi dado devido ao investigado se apresentar nas redes sociais como professor de música.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook

SEGURANÇA

“Minha avaliação de tudo que observei é absolutamente positiva”, afirma presidente do TJMT sobre nova estrutura da Penitenciária Central

Publicado


A comitiva do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), comandada pela presidente da Corte, a desembargadora Maria Helena Gargaglione Póvoas, além do desembargador Orlando Perri de Almeida, estiveram nesta segunda-feira (13.09) na Penitenciária Central do Estado (PCE) para acompanhar o andamento das obras de ampliação da unidade.  A visita técnica foi guiada pelo secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Bustamante e pelo secretário adjunto de Administração Penitenciária, Jean Carlos Gonçalves.

A presidente do TJMT destacou que “estamos aqui para observar todo o andamento e evolução das obras”. Na avaliação da magistrada, a estrutura atual é moderna e possui condições de ressocialização.  “Eu conhecia a estrutura da PCE por dentro e por fora, isso foi há 20 anos, quando era presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso. Hoje, chego aqui e encontro outra realidade. Estamos no caminho certo, com estruturas dignas para que o processo de pena cumpra sua função social. Minha avaliação de tudo que observei aqui é absolutamente positiva, pois dentro desta estrutura temos presos trabalhando, uma função social, sendo instruídos para operar máquinas e outras. Um trabalho digno, honesto, ganhando o seu pão e remindo sua pena”, declarou Maria Helena Gargaglione Póvoas.

Leia mais:  "Minha avaliação de tudo que observei é absolutamente positiva", afirma presidente do TJMT sobre nova estrutura da Penitenciária Central

A comitiva percorreu o campo de obra e conheceu os novos raios que possuem modernas celas prisionais (12 vagas), com sistema de ventilação e entrada de luz natural. Parte do processo de produção de algumas estruturas que são realizadas dentro da própria unidade foi mostrada aos membros do Tribunal.

“Essa é mais uma visita de uma série que estamos realizando com os presidentes e membros dos Poderes, para que eles possam conhecer a evolução do Sistema Penitenciário em Mato Grosso, que ficou esquecida durante muito tempo por outras gestões. Neste momento, tivemos a oportunidade de mostrar para a presidente do TJMT, Maria Helena Póvoas, o andamento e detalhes das obras. O nosso papel é fazer um trabalho bem feito e mostrar os resultados”, declarou o secretário Alexandre Bustamante.

A ampliação e reestruturação da unidade prisional é resultado de um trabalho conjunto entre o Governo do Estado, TJMT e Ministério Público, firmado através de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para resolver o problema de superlotação. No total, sete novos raios estão sendo construídos. Está previsto, em 2021, a entrega dos raios 3 e 4, além do raio prisional de Segurança Máxima. Em 2022, previsão de entrega de 100% da obra, a unidade terá 3.078 vagas, sendo a maior no número de vagas e a mais moderna.

Leia mais:  "Minha avaliação de tudo que observei é absolutamente positiva", afirma presidente do TJMT sobre nova estrutura da Penitenciária Central

Na avaliação do desembargador Orlando Perri de Almeida, o Governo de Mato Grosso está “avançando muito na melhoria do Sistema prisional. Eu fiquei bastante surpreendido em conhecer os novos protótipos das celas, que oferecem boas condições”. Ele ressaltou ainda que, “os trabalhos que atualmente são realizados aqui, nunca se pensou em serem feitos neste Estado. Estamos avançando muito”.   

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

SEGURANÇA

Polícia Militar comemora 186 anos com live de aniversário nesta sexta-feira (03)

Publicado


Nesta sexta-feira (03.09), a partir das 19h, a Polícia Militar vai realizar uma live comemorativa em alusão aos 186 anos da instituição, comemorados no dia 05 de setembro. O evento contará com a participação do Corpo Musical da PM e convidados. A live de aniversário será transmitida pelo canal da PMMT no Youtube e também nas redes sociais. 

Devido a pandemia da Covid-19, pelo segundo ano consecutivo a tradicional solenidade da Polícia Militar para celebrar o aniversário da instituição será substituída por uma programação especial transmitida diretamente da sede do Quartel Geral para a internet. 

A cerimônia online vai ser embalada pela música dos policiais militares do Corpo Musical da PM e pelos convidados Matheuzinho dos Teclados e tenente PM Ávila. A solenidade fará homenagens a dedicação da tropa sempre empenhada em cumprir a missão de servir e proteger a sociedade mato-grossense ao longo destes anos.   

A live será transmitida a partir das 19h, no canal TV-PMMT do Youtube e nas redes sociais da PMMT (Instagram e Facebook). 

Fonte: GOV MT

Leia mais:  "Minha avaliação de tudo que observei é absolutamente positiva", afirma presidente do TJMT sobre nova estrutura da Penitenciária Central

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262