conecte-se conosco


CIDADES

Neurilan Fraga parabeniza Grupo Flor Ribeirinha pela conquista do título mundial no Festival da Polônia

Publicado

 

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga, parabeniza o Grupo Flor Ribeirinha de São Gonçalo Beira Rio, pela conquista de mais um título mundial. Ele frisou que a premiação é fruto de um trabalho constante da fundadora Domingas Leonor, na  preservação dos valores culturais de Mato Grosso. “O grupo já rompeu fronteiras, levando a música regional e a dança do Siriri, para vários estados brasileiros e para outros países. Sem dúvida, é um dos patrimônios culturais que muito nos orgulha”, enalteceu, destacando a trajetória do grupo em Cuiabá.

O Flor Ribeirinha foi o primeiro classificado em primeiro lugar do prêmio Favorito de Público e também em primeiro lugar no Júri Técnico do 26º Festival de Dança Folk Harbor realizado na Polônia. A cerimônia de premiação ocorreu nesta quarta-feira, 30 de junho em Gorzów Wlkp. O grupo representou o Brasil a convite da Federação de Festivais Internacionais de Dança-FIDAF- Brasil.

A presidente e fundadora do Flor Ribeirinha, Domingas Leonor, Mestra da Cultura de Mato Grosso, destaca com muito orgulho a conquista de mais um prêmio internacional. “É a consagração de um trabalho árduo na preservação da nossa cultura, mesmo diante das dificuldades“, disse ela emocionada. O Grupo que vai completar 28 anos de existência, no próximo mês de julho, já se apresentou em vários países. Em 2017 conquistou o primeiro prêmio mundial na Turquia com o espetáculo ‘Mato Grosso Dançando o Brasil’.

Leia mais:  Municípios podem aderir ao Programa de Revitalização de Unidades Básicas de Saúde

Para o Festival de Dançan na Polônia, foram selecionados apenas 10 grupos para a competição online. O evento foi realizado no período de 26 a 30 de junho e aconteceu de forma híbrida, com a apresentação in loco dos grupos da Polônia, na competição, enquanto os grupos estrangeiros, enviaram as apresentações por meio de vídeos. Devido ás restrições impostas pela pandemia, o grupo enviou um vídeo para a modalidade  em desempenho competitivo. Desde a cerimônia de abertura em Gorzów até o encerramento com concerto de gala, as apresentações foram transmitidas por meio dos canais de mídia do próprio festival.

O diretor artístico e coreógrafo do Flor Ribeirinha, Avinner Agusto, ressalta que o grupo mostrou a tradicional dança do Siriri e o Boi Bumbá, que encantaram o público. O trabalho foi avaliado por um júri técnico composto de cinco representantes de Federações Internacionais, como da Coréia do Sul, Rússia, Bulgária e dois representantes das Américas. “Em um momento que a pandemia impossibilitou o Flor Ribeirinha de realizar a viagem internacional, participar do festival neste formato virtual, e ser consagrado com este título mundial, mostra a força da nossa cultura, além das adversidades. Neste sentido nosso trabalho, continua mantendo viva a nossa esperança e produzindo memórias que marcam a história da nossa gente. A coletividade continua a existir, mesmo não podendo estar todos juntos fisicamente. Sentimos toda a energia do público na perspectiva de mobilização e o reconhecimento dos jurados internacionais com a estética e história da nossa apresentação artística, disse ele, destacando que o prêmio é um marco para o Flor Ribeirinha e representa um marco para a cultura de Mato Grosso.

Leia mais:  Rede estadual de ensino retoma atividades escolares nesta terça-feira
Fonte: AMM

Comentários Facebook

CIDADES

Rede estadual de ensino retoma atividades escolares nesta terça-feira

Publicado


As aulas na rede estadual de ensino de Mato Grosso serão retomadas, na modalidade híbrida, nesta terça-feira, 3 de agosto. Alguns municípios de Mato Grosso também vão retornar as atividades, seguindo os protocolos de biossegurança estabelecidos pelas autoridades em saúde. A Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM realizou, em julho, reuniões ampliadas por videoconferência para debater o assunto, com  a participação de prefeitos, secretários municipais, além de representantes da Secretaria de Estado de Educação – Seduc, Ministério Público, Assembleia Legislativa, Sintep, entre outros segmentos ligados à educação.

A AMM vem trabalhando há vários meses na orientação aos gestores para preparar as unidades escolares, seguindo todas as recomendações de biossegurança, adaptação dos prédios e outras medidas necessárias para garantir a segurança no ambiente escolar. 

A Seduc esclarece que a rede possui todos protocolos de biossegurança e planos de contingência necessários para garantir o retorno seguro. Os protocolos estabelecem desde como deve ocorrer a limpeza de cada espaço da unidade escolar, a forma de revezamento dos estudantes, a organização nas salas de aula, ocupação de espaços externos, as ações a serem adotadas em casos suspeitos e confirmados de Covid-19.

Há orientações específicas de quem não pode frequentar o ambiente escolar, de isolamento nos casos que os sintomas iniciarem dentro da escola.

Fonte: AMM

Leia mais:  Presidente da AMM parabeniza os prefeitos eleitos neste domingo

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

Comissão pode votar PEC do Voto Impresso na próxima quinta-feira

Publicado


A Comissão Especial do Voto Impresso (PEC 135/19) se reúne na próxima quinta-feira (5) para votar o parecer do relator, deputado Filipe Barros (PSL-PR). A reunião está marcada para as 14 horas, em plenário a definir.

Os integrantes da comissão vão analisar um substitutivo elaborado por Filipe Barros. Apresentado no final de junho, o texto exige a adoção de um tipo de urna eletrônica que permita a impressão do registro do voto. Esse registro será uma espécie de cédula em papel, a ser depositada em recipiente indevassável, assegurada a conferência pelo eleitor, mas sem qualquer contato manual.

Segundo o texto do relator, a apuração se dará após a votação e ainda nas seções eleitorais, por meio de equipamento automatizado para contagem dos registros dos votos, aptos à verificação visual. Para garantir o sigilo do voto, será proibido o uso de qualquer elemento de identificação do eleitor na cédula impressa.

Votos em separado
Até agora, foram apresentados quatro votos em separado. Dois, capitaneados pelos deputados Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Fernanda Melchionna (Psol-RS), são contrários a mudanças nas regras atuais. Os outros, dos deputados Pompeo de Mattos (PDT-RS) e Paulo Ganime (Novo-RJ), apoiam algumas alterações.

A PEC foi apresentada originalmente pela deputada Bia Kicis (PSL-DF). O texto original determina que, em processos de votação e apuração das eleições, independentemente do meio empregado para o registro do voto, será “obrigatória a expedição de cédulas físicas conferíveis pelo eleitor”.

Fonte: AMM

Leia mais:  Municípios podem aderir ao Programa de Revitalização de Unidades Básicas de Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262