conecte-se conosco


CIDADES

Rede Governança Brasil abre segunda turma de mentoria para prefeitos

Publicado


A Rede Governança Brasil (RGB) realizou na última segunda-feira (13) o primeiro encontro virtual da 2ª Turma de Mentoria para Prefeitos, formada por chefes do Poder Executivo e assessores de cinco cidades selecionadas: São José (SC), Camapuã (SC), Palmeirópolis (TO), Diamantina (MG) e Ouro Branco (MG). 
A sessão foi mediada pela coordenadora do Grupo Mentoria e vice-presidente do Conselho de Administração da RGB, Cristiane Nardes, que fez uma breve apresentação sobre a organização e destacou o principal propósito dessa iniciativa. “A mentoria de governança para os municípios visa orientar os gestores sobre os mecanismos de liderança, estratégia e controle para alcançar os objetivos organizacionais. A proposta é levar conhecimento de alta qualidade, especialmente em cidades que ainda carecem de um sistema de governança”, afirmou Nardes.
Na ocasião, o embaixador da RGB e ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, ministrou uma palestra sobre os conceitos e noções básicas de governança, enfatizando questões de riscos quando há falta de governança nos municípios brasileiros. “Qual o risco de a alta aprovação conquistada nas eleições transformar-se em manifestações  contra a má entrega de políticas essenciais para a população? Qual o risco de estourar um grande escândalo nos próximos quatro anos  e o governante  alegar que não sabia de nada?”, pontuou o embaixador da RGB. 
Os prefeitos e assessores fizeram questionamentos que foram esclarecidos pela equipe de mentores da RGB, que detalhou os próximos passos da turma e o plano de ação a ser desenvolvido para cada prefeitura. 
Participaram também do encontro o diretor de Assuntos Estratégicos da RGB, Douglas Avedikian, o presidente do IGCP, Marcelo Becker, e as coordenadoras do Comitê de Governança na Prática da RGB, Viviane Obadowiski e Luana Lourenço. A próxima sessão de mentoria será no dia 20 de setembro. 
Prefeitos: Ovino Coelo de Ávila –  São José(SC); Manoel Eugênio Nery  – Camapoã (MS); Bartolomeu Moura Júnior – Palmerópolis (TO); Juscelino Roque  –  Diamantina (MG) e Hélio Campos  – Ouro Branco (MG)
A mentoria é um processo de aceleração de carreira conduzido por um profissional mais experiente na área de atuação. Essa técnica de aprendizado está em ascensão no setor privado e vem também trazendo bons resultados no setor público, fomentando o desenvolvimento de habilidades técnicas e comportamentais. O Grupo de Mentoria, formado por profissionais voluntários da RGB e do Instituto Latino-Americano de Governança e Compliance (IGCP), tem a missão de capacitar os gestores públicos em questões relativas à governança.
Os membros voluntários da RGB seguem o Guia do Programa de Mentoria para os municípios brasileiros, publicação inspirada na obra “Teoria U: como liderar na percepção e realização do futuro emergente”, de C. Otto Scharmer. A primeira turma teve início em agosto e segue com calendário de atividades até dezembro. Ao todo, quatro turmas serão lançadas até o final deste ano.

Fonte: AMM

Leia mais:  Senado adia votação em segundo turno da PEC do mínimo de 25% vinculado à Educação

Comentários Facebook

CIDADES

Prefeitos participam do lançamento do programa Famílias Fortes

Publicado


A Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, lançou neste sábado (18) em Cuiabá, o programa Famílias Fortes e assinou protocolos  com a Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM e a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de Mato Grosso-APDM, que tem como objeto, ações  conjuntas para capacitar os agentes públicos e fornecer apoio para implementar o programa do governo federal nos municípios.  Ela lançou também a Escola de Formação Municipalista, voltada para a qualificação da gestão da assistência social e outras áreas essenciais dos municípios. Na ocasião, assinou outro documento com a presidente da APDM, Scheila Pedroso.

A Ministra trouxe com ela secretários de cinco ministérios para conversar com os gestores. Damares elencou as políticas que vêm sendo construídas em prol de crianças, adolescentes, idosos, deficientes em todo o país e a proposta que o programa Famílias Fortes traz. O combate a violência contra as mulheres, crianças e adolescentes é o principal foco. “Vamos ajudar os prefeitos a pensar como as políticas públicas podem fortalecer os vínculos familiares. Uma em cada quatro mulheres já foram abusadas até os 18 anos de idade. Precisamos enfrentar isso e um dos caminhos é o programa Famílias Fortes. O que está aí não está dando certo, então, vamos juntos trabalhar o programa Famílias Fortes”, disse ela emocionada.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, Neurilan Fraga, frisou a importância do programa Famílias Fortes para os 141 municípios de Mato Grosso. Ele enalteceu a iniciativa Ministra Damares, em  trazer os secretários representantes de cinco ministérios, para conversar com os prefeitos. “A Ministra me surpreendeu, mostrando que o programa Famílias Fortes tem uma integração com várias áreas do governo federal”, observou.

Na oportunidade Fraga, sugeriu que as famílias beneficiadas no programa Famílias Fortes também sejam contempladas no programa Casa Verde e Amarela e que haja integração com outros ministérios para contemplar a todas as famílias em vulnerabilidade. “Precisamos não só fazer o alinhamento dessas famílias desajustadas, mas precisamos também inclui-las no processo produtivo, fazer com que elas tenham sua estabilidade econômica e fazer com que sejam cada vez mais independentes dos programas sociais”, pontuou, avaliando que a falta de uma casa é também a causa de desestruturação da família.

O Ministério vai disponibilizar para os municípios o material para que as equipes das prefeituras possam colocar as atividades em prática, os meios de fortalecer vínculos familiares e garantir proteção social dos adolescentes. A presidente da Associação Para Desenvolvimento Social dos Municípios-APDM, Scheila Pedroso, ressaltou que a vinda da Ministra á Cuiabá, fortalece as políticas públicas da assistência social e a força feminina. “Hoje é um dia muito importante para nossa associação, que também inauguramos a nossa escola de formação, que vai oferecer cursos profissionalizantes e especializações. Agradecemos a todos que lutam pelas causas sociais e todas as prefeituras que assinaram o termo do Programa Famílias Fortes, vamos juntos conseguir fortalecer as famílias”, declarou, afirmando que a implantação do Programa Famílias Fortes, será um avanço para o desenvolvimento social, vai direto na base tratar as famílias, onde realmente precisa.  Um outro acordo de cooperação técnica foi assinado com vários municípios, que  já estão habilitados junto à Secretaria Nacional da Família e tem como meta o desenvolvimento do programa Famílias Fortes.

Fonte: AMM

Leia mais:  Ministra Damares lançará o programa Famílias Fortes e a Escola de Formação Municipalista

Comentários Facebook
Continue lendo

CIDADES

Ministra Damares lançou o programa Famílias Fortes e a Escola de Formação Municipalista  

Publicado


A Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, lançou neste sábado (18) em Cuiabá, o programa Famílias Fortes e assinou protocolos  com a Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM e a Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios de Mato Grosso-APDM, que tem como objeto, ações  conjuntas para capacitar os agentes públicos e fornecer apoio para implementar o programa do governo federal nos municípios.  Ela lançou também a Escola de Formação Municipalista, voltada para a qualificação da gestão da assistência social e outras áreas essenciais dos municípios. Na ocasião, assinou outro documento com a presidente da APDM, Scheila Pedroso.

A Ministra trouxe com ela secretários de cinco ministérios para conversar com os gestores. Damares elencou as políticas que vêm sendo construídas em prol de crianças, adolescentes, idosos, deficientes em todo o país e a proposta que o programa Famílias Fortes traz. O combate a violência contra as mulheres, crianças e adolescentes é o principal foco. “Vamos ajudar os prefeitos a pensar como as políticas públicas podem fortalecer os vínculos familiares. Uma em cada quatro mulheres já foram abusadas até os 18 anos de idade. Precisamos enfrentar isso e um dos caminhos é o programa Famílias Fortes. O que está aí não está dando certo, então, vamos juntos trabalhar o programa Famílias Fortes”, disse ela emocionada.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios-AMM, Neurilan Fraga, frisou a importância do programa Famílias Fortes para os 141 municípios de Mato Grosso. Ele enalteceu a iniciativa Ministra Damares, em  trazer os secretários representantes de cinco ministérios, para conversar com os prefeitos. “A Ministra me surpreendeu, mostrando que o programa Famílias Fortes tem uma integração com várias áreas do governo federal”, observou.

Na oportunidade Fraga, sugeriu que as famílias beneficiadas no programa Famílias Fortes também sejam contempladas no programa Casa Verde e Amarela e que haja integração com outros ministérios para contemplar a todas as famílias em vulnerabilidade. “Precisamos não só fazer o alinhamento dessas famílias desajustadas, mas precisamos também inclui-las no processo produtivo, fazer com que elas tenham sua estabilidade econômica e fazer com que sejam cada vez mais independentes dos programas sociais”, pontuou, avaliando que a falta de uma casa é também a causa de desestruturação da família.

O Ministério vai disponibilizar para os municípios o material para que as equipes das prefeituras possam colocar as atividades em prática, os meios de fortalecer vínculos familiares e garantir proteção social dos adolescentes. A presidente da Associação Para Desenvolvimento Social dos Municípios-APDM, Scheila Pedroso, ressaltou que a vinda da Ministra á Cuiabá, fortalece as políticas públicas da assistência social e a força feminina. “Hoje é um dia muito importante para nossa associação, que também inauguramos a nossa escola de formação, que vai oferecer cursos profissionalizantes e especializações. Agradecemos a todos que lutam pelas causas sociais e todas as prefeituras que assinaram o termo do Programa Famílias Fortes, vamos juntos conseguir fortalecer as famílias”, declarou, afirmando que a implantação do Programa Famílias Fortes, será um avanço para o desenvolvimento social, vai direto na base tratar as famílias, onde realmente precisa.  Um outro acordo de cooperação técnica foi assinado com vários municípios, que  já estão habilitados junto à Secretaria Nacional da Família e tem como meta o desenvolvimento do programa Famílias Fortes.

Fonte: AMM

Leia mais:  Ministra Damares lançou o programa Famílias Fortes e a Escola de Formação Municipalista  

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262