Connect with us

Mato Grosso

Seplag e CGE capacitam servidores de Prefeituras e Câmaras para uso do Sigadoc

Published

on

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e a Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) abriram inscrições de treinamento on-line voltado aos servidores das Prefeituras e Câmaras Municipais para uso do Sistema Estadual de Produção e Gestão de Documentos Digitais (Sigadoc) na comunicação com o Governo de Mato Grosso.

O treinamento será realizado nos dias 25 e 26 de maio, das 8h30 às 11h30, pela plataforma Google Meet. Os instrutores serão técnicos da Superintendência de Arquivo Público do Estado de Mato Grosso.

As inscrições poderão ser feitas até as 16h de terça-feira (24.05) pelo Sistema de Capacitações da CGE-MT, no link: http://capacitacoes.controladoria.mt.gov.br/ .

A comunicação eletrônica, por meio do Sigadoc, das Prefeituras e Câmaras Municipais com o Governo de Mato Grosso teve início no dia 4 de abril de 2022. Trata-se da segunda etapa de implantação da ferramenta no Poder Executivo Estadual.

Para possibilitar o uso do sistema, a Seplag e a CGE ofertaram, no mês de abril, a primeira série de capacitações on-line. Foram quatro dias de treinamento, com três horas de duração cada.

Leia mais:  Detran-MT altera horário e local do curso de instrutor de trânsito para profissionais com formação em Libras

De acordo com o secretário-controlador geral do Estado, Emerson Hideki Hayashida, a adoção do Sigadoc como ferramenta de tramitação de documentos trará enormes avanços aos entes municipais.

“Dentre as vantagens da nova forma de comunicação com o Governo do Estado estão a redução de custos com transporte de documentos e processos, a preservação do meio ambiente com a eliminação do uso de papel e a eficiência no envio instantâneo das demandas municipais a todos os órgãos e entidades que compõem a estrutura do Poder Executivo do Estado de Mato Grosso”, destaca.

O Sigadoc permite a produção, edição, assinatura e tramitação de documentos e processos de forma totalmente eletrônica. Um avanço se comparado às funcionalidades do antigo Sistema de Protocolo do Estado, no qual os controles físico e do trâmite continuavam separados, sem a possibilidade de consulta ao conteúdo dos processos.

Para o titular da Seplag, Basílio Bezerra, mais do que representar um avanço em relação às funcionalidades do antigo Sistema de Protocolo, o Sigadoc é um sistema robusto, com muitos recursos, que traz eficiência à máquina pública e gera economia aos cofres públicos.

Leia mais:  FGV fecha avaliação sobre Educação Básica de Mato Grosso

“O Sigadoc é uma ferramenta que traz excelentes resultados para a gestão, como segurança, transparência, economia e sustentabilidade ambiental. Sua implantação tem melhorado muito as rotinas de trabalho, agilizando a instrução, o trâmite, a análise de processos e, principalmente, o atendimento ao cidadão”, pontua. 

Desenvolvido há quase 15 anos pelo Tribunal Regional Federal da 2ª região (Rio de Janeiro e Espírito Santo), a ferramenta já é utilizada pelo Exército Brasileiro, Governo do Estado de São Paulo, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), Infraero e Telebras.

A obrigatoriedade de implantação do Sigadoc no Poder Executivo Estadual se deu de forma progressiva, por grupos de órgãos/entidades estaduais, com início entre 1º de novembro de 2021 e 1º de janeiro de 2022. Atualmente, portanto, o uso da ferramenta é obrigatório para todos os órgãos e entidades estaduais.

Mais informações podem ser obtidas junto à Superintendência de Arquivo Público/Seplag, por meio dos telefones: (65) 3613-1800 ou (65) 3613-1802 ou do e-mail: arquivo@seplag.mt.gov.br.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Detran-MT altera horário e local do curso de instrutor de trânsito para profissionais com formação em Libras

Published

on

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) alterou o período e o local de realização do Curso de Formação de Instrutor de Trânsito para capacitação de profissionais tradutores e intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras). A alteração foi publicada no Diário Oficial, em edital complementar que circula nesta quinta-feira (23.06).

O curso será realizado pela Escola Pública de Trânsito de forma presencial, agora no período noturno, das 18h às 22h, nas dependências do Detran-MT (avenida Kaytto Guilherme Nascimento Pinto, nº 150, bairro Paiaguás, em Cuiabá). A capacitação é gratuita e será de 08 de agosto a 10 de outubro com carga horária de 180 horas/aula.

A inscrição no curso pode ser feita até sexta-feira (24.06) através da plataforma virtual de ensino da Escola Pública de Trânsito CLIQUE AQUI. Ao acessar o link, o interessado deverá escolher o formulário de pré-inscrição para preenchimento.

São ofertadas 50 vagas exclusivas para tradutores e intérpretes de Libras. Para se inscrever, os interessados devem ter idade maior que 21 anos, ensino médio completo, formação comprovada em Libras e ser habilitado, no mínimo, há dois anos, além de ter sido aprovado em avaliação psicológica para fins pedagógicos. Os requisitos estão estabelecidos na Resolução nº 789/2020 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Leia mais:  Governo de MT publica decreto que autoriza teletrabalho para determinados servidores

O Curso de Formação de Instrutor de Trânsito voltado para os profissionais tradutores e intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras) será realizado em atendimento ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) nº 008/2022 firmado entre o Detran-MT e o Ministério Público Estadual (MPE) com a finalidade de oportunizar a atuação desses profissionais junto aos Centros de Formação de Condutores para atendimento e acompanhamento das pessoas surdas nas etapas do processo de habilitação de condutores.

Servidores do Detran também poderão realizar a inscrição no curso (cadastro de reserva) no caso de haver vagas remanescentes.

Mais informações: (65) 3631-1020 ou pelo e-mail: secretaria.escola@detran.mt.gov.br.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Mato Grosso

FGV fecha avaliação sobre Educação Básica de Mato Grosso

Published

on

A Fundação Getúlio Vargas, contratada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) para implementar o sistema estruturado de ensino, finalizou os dados sobre a “Avaliação Diagnóstica” de todas as unidades de ensino e alunos da rede estadual. Os dados irão subsidiar as decisões pedagógicas a serem adotadas no estado.

A avaliação foi feita entres os meses de maio e junho e revela a realidade de cada escola e de cada aluno da rede estadual, com a volta às aulas após o período mais crítico da pandemia da Covid-19. Os dados serão apresentados nesta quinta-feira (23.06), às 08h30, em coletiva à Imprensa, na Seduc, em Cuiabá.

“Essa avaliação é fundamental, porque é com base nela que vamos trabalhar as ações para melhorar a qualidade do ensino que ofertamos e a aprendizagem dos nossos alunos”, destacou o secretário de Estado de Educação, Alan Porto.

A análise faz parte do “Avalia MT”, política de educação implementada pela atual gestão, com foco em melhorar o ensino aprendizagem dos estudantes.

“Para cada situação é preciso uma estratégia e uma intervenção diferente no fortalecimento da aprendizagem. A Avaliação Diagnóstica mostra a realidade e indica as tomadas de decisões nesse sentido”, analisa o ex-ministro da Educação e diretor do Centro de Desenvolvimento da Gestão Pública e Políticas Educacionais da Fundação Getúlio Vargas, José Henrique Paim Fernandes.

Leia mais:  Detran-MT altera horário e local do curso de instrutor de trânsito para profissionais com formação em Libras

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262