Connect with us

GERAL

Serpro busca novas tecnologias de digitalização para micro e pequenos

Published

on

Estão abertas, de hoje até as 18h do dia 18 de julho, as inscrições para o Hackathon Compras Governamentais. O evento, realizado pelo Serpro, com o apoio do Sebrae e do Ministério de Economia, ocorre de 20 e 28 julho.

O Hackathon Serpro é um evento que busca soluções tecnológicas que contribuam com o desafio do governo federal de digitalização de seus serviços, visando facilitar a vida do cidadão, dos gestores públicos e de empresas prestadoras de serviço. É gratuito, e para participar é preciso ter mais 18 anos de idade. As equipes devem ter de três a cinco integrantes. A edição será online, com transmissão dos eventos de abertura e de encerramento pelo Youtube do Serpro.

Compradores

No Brasil existem mais 10 milhões de estabelecimentos de micro e pequenas empresas (MEPs), que respondem por 52% dos empregos com carteira assinada do setor privado. Já o governo é considerado o maior comprador do país, sendo responsável, segundo dados do IBGE, por um total de compras no valor de R$ 7,4 trilhões no ano passado, o que corresponde a 12% do PIB.

Leia mais:  PF descarta envolvimento de suspeito em mortes de Bruno e Dom

“Daí a importância de promovermos um encontro entre a administração pública com os MEPs e equiparados, facilitando e agilizando os procedimentos de credenciamento e contratações”, explica Tiago Arrais, gerente de Eventos do Serpro. “A tecnologia desenvolvida no hackathon pode ajudar a racionalizar recursos, desburocratizar processos e promover a transparência, simplificando o relacionamento das empresas com o poder público e contribuindo com a transformação digital do Brasil”, disse.

Premiação

O evento vai premiar os três primeiros colocados. O primeiro lugar receberá R$ 15 mil, o segundo lugar R$ 10 mil e o terceiro lugar R$ 5 mil. As soluções serão avaliadas segundo os critérios de promoção do credenciamento e participação das MEPs nas contratações públicas, usabilidade e design, inovação, criatividade e completude funcional. As cinco equipes mais bem avaliadas serão convidadas para uma demonstração final durante a cerimônia de encerramento do evento.

Segundo o Serpro, o Hackathon Compras Governamentais contará com cerca de 40 mentores, cinco palestrantes e seis membros da comissão julgadora. A última maratona de programação promovida pelo Serpro trouxe representantes do Ministério da Economia, Controladoria-Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União (TCU), Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Sebrae, Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e universidades federais de São Paulo, Rio Grande do Norte, Paraíba e Rio Grande do Sul. A expectativa neste ano é reunir, novamente, representantes do governo, academia e sociedade.

Leia mais:  Festival de conversas antecederá edição do Rock in Rio deste ano

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook

GERAL

Mulher morre durante teste físico para oficial do Exército

Published

on

O Comando Militar do Leste (CML) abriu um processo administrativo para apurar o que provocou a morte da dentista Ingrid Balbino de Sousa Coelho Vieira, nesta quarta-feira (22), após teste de aptidão física para o cargo de Oficial Temporário do Exército, prova realizada no Colégio Militar, na Tijuca, zona norte do Rio. Ingrid concorria a uma vaga para Odontologia – Ortodontia.

O teste físico da candidata estava agendado para o início da manhã e o exame foi alterado para ser realizado às 14h30.

Em nota, a Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste (CML) informou que  Ingrid “passou mal durante a execução de uma das fases do processo”.

“A candidata recebeu os primeiros socorros no local e foi conduzida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Durante a noite, o quadro de saúde da candidata se agravou e ela veio a óbito”, informou o comunicado.

O Comando Militar do Leste informou ainda que “foi aberto um processo administrativo para apurar as circunstâncias do ocorrido e que está prestando todo o apoio necessário à família”.

Leia mais:  Inverno começa hoje e deve sofrer influência do La Niña

Segundo caso 

Um candidato ao cargo de inspetor para a Polícia Civil do Rio de Janeiro passou mal durante a prova física e morreu. Fabio Henrique Silva, de 41 anos de idade, caiu no chão durante a prova de corrida.

A Polícia Civil lamentou a morte e informou que o candidato apresentou laudo médico para a realização da prova, sendo socorrido e levado ao hospital após passar mal.

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2022-06/candidato-vaga-na-policia-civil-do-rio-morre-apos-teste-fisico

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

GERAL

Coordenador da PRF fala sobre segurança no trânsito

Published

on

A Operação Corpus Christi, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), fiscalizou 104 mil pessoas com abordagem, fez 58 mil testes de etilômetro e 1.221 pessoas foram autuadas por terem sido flagradas com alguma quantidade de álcool ou por ter se recusado a fazer o teste. Os números foram dados nesta sexta-feira (24) pelo coordenador-geral de Segurança Viária da PRF, André Luiz de Azevedo, entrevistado do programa A Voz do Brasil.

Segundo Azedevo, a PRF está direcionando as operações de forma a cumprir as metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU) para a Década de Ação para Segurança no Trânsito, que tem como objetivo reduzir em 50% o número de mortes e lesões graves até 2030. “A PRF já está alinhada com esses compromissos e está alinhando suas operações para atingir essa meta.”

De acordo com Azevedo, o Brasil ainda tem muitas vias de pista simples, o que faz com que a ultrapassagem em local indevido ainda seja uma das infrações mais cometidas. “Ultrapassagem indevida não é só aquela ultrapassagem onde a sinalização não permite. É aquela ultrapassagem onde a sinalização ou as condições naquele momento não permitem. Às vezes, a sinalização permite, mas o fluxo não permite que se faça a ultrapassagem com segurança”. Essa é a maior preocupação do órgão por conta da possibilidade de colisão frontal, que, quase sempre, é fatal, disse o coordenador.

Leia mais:  Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo volta à Paulista no domingo

O coordenador-geral da PRF também falou sobre a Lei Seca e a cultura de segurança viária. Para ele, o problema no Brasil é que o brasileiro, em geral, não consegue desenvolver uma cultura de segurança viária. “Por mais que a gente faça campanhas, que a gente faça conscientização, esse é um desafio muito grande”. Segundo Azevedo, depois de 14 anos, o Brasil hoje é um dos países referência em termos de legislação em relação ao consumo de álcool. “Isso para nós é motivo de muito orgulho”, disse.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana

Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262