conecte-se conosco


Cuiabá

Servidores participam do curso “Nova Lei de Licitação: Principais inovações”

Publicado


Secom Câmara

Participaram da capacitação os servidores lotados na&nbspCoordenadoria de Licitação, Contratos e Compras da Casa.


Com intuito de informar os servidores sobre as mudanças na legislação relacionadas à Lei de Licitações, a Câmara Municipal de Cuiabá realizou um curso para debater sobre as principais alterações na legislação. A iniciativa é da Escola do Legislativo.


Participaram da capacitação os servidores lotados na&nbspCoordenadoria de Licitação, Contratos e Compras da Casa.

A nova medida se trata da Lei Federal n°14.133 de abril de 2021, sancionada pelo presidente da República, que estabelece normas gerais de licitação e contratação para as Administrações Públicas diretas, autárquicas e fundacionais da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

O curso é ministrado pelo advogado, Thiago França, que aborda com os servidores sobre as principais atualizações, como e quando usar a antiga e a nova legislação sobre licitação. Ele conta como está sendo feito o curso e como essa mudança impacta o Poder Legislativo.

“Nós estamos aqui promovendo um curso de capacitação voltado para a nova lei de licitação. Uma lei que traz várias alterações importantes e significativas que impactam diretamente no processo de contratação pública. E ao longo das próximas semanas estaremos ministrando em cinco módulos as principais alterações da nova lei de licitação”, explica Thiago. &nbsp

Leia mais:  Sugestão de Pauta: Prefeito entrega quase 900 títulos de regularização fundiária nesta quinta-feira (27)


O chefe da Escola do Legislativo, Danilo Monlevade, comentou que o curso atende um pedido dos servidores da Casa. “É de extrema necessidade que os servidores responsáveis pelos processos licitatórios estejam por dentro das atualizações da lei, para que, por desconhecimento ou má interpretação da lei, não venham causar prejuízo legal ou financeiro para a instituição”, disse.

O coordenador de Licitação da Câmara, André Ferruci,&nbspfalou da importância da capacitação. “Estamos na fase inicial do curso que vem para atender um pedido nosso. Esperamos que a capacitação possa nos instruir sobre as principais mudanças da nova lei”, disse.

Matheus Fin – Estagiário | Matéria feita com supervisão da diretoria de Jornalismo da Secom

Comentários Facebook

Cuiabá

Emanuel Pinheiro mantém transparência das ações na gestão e esclarece dúvidas da população em live

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

O fortalecimento da saúde pública municipal é um dos principais focos da gestão Emanuel Pinheiro e também um tema que vem sendo abordado em suas lives semanais nas redes sociais. Em sua quarta transmissão realizada nesta terça-feira (25), o prefeito interagiu ao vivo com um morador do bairro Jardim Imperial II, para esclarecer dúvidas e dar transparência ao trabalho realizado pela gestão.

O morador Sebastião Ribeiro questionou o prefeito sobre quando será entregue a Unidade Básica de Saúde do Imperial II. Emanuel destacou algumas das obras entregues na região como a pavimentação asfáltica de 15 ruas do Jardim Imperial II e a obra na segunda etapa do bairro, que está em reta final.

Pinheiro então ligou para o morador e esclareceu sua dúvida afirmando que a unidade deve ser entregue no próximo mês.   “É uma Unidade Básica de Saúde lindíssima que vai atender toda a região, é uma unidade porte dois, ou seja, são duas equipes de Saúde da Família, que pode se transformar em porte três, para ter duas ou três cadeiras odontológicas, que é uma marca da minha gestão com serviço de odontologia. Então, nós estamos nos organizando e a entrega dela só está dependendo dos Recursos Humanos, porque teve toda essa questão de proibição de contratação”, explicou o prefeito.

“Estamos com um processo seletivo em curso na Prefeitura e  agora em fevereiro pretendemos concluir, no mais tardar no inicio de março, porque eu quero entregar a unidade que está pronta. A secretaria Suellen e toda a nossa equipe estiveram com o desembargador e estamos solicitando uma medida judicial para nos autorizar as contratações dessas unidades que estão prontas para podermos em breve entregar. Mas, o processo seletivo está em curso e já planejado que na segunda quinzena de  fevereiro ou no máximo início de março eu esteja entregando essa unidade”, acrescentou.

O morador também indagou sobre o atendimento realizado na unidade de saúde do Jardim Imperial diante da alta demanda. Emanuel afirmou que a Secretaria Municipal de Saúde estuda a descentralização de atendimento na região.

“Estamos reorganizando e descentralizando essa atuação em Cuiabá para termos mais opções. Então a secretária de Saúde Suellen está ouvindo sua reivindicação, mas a minha determinação é que amplie para atendermos da melhor forma possível a população”, concluiu o prefeito.

Leia mais:  Procuradoria Geral do Município consegue na Justiça anulação de precatório e garante economia de R$ 138 milhões para Cuiabá

Comentários Facebook
Continue lendo

Cuiabá

Programa AMOR vacina crianças contra Covid-19 na região do Cinturão Verde

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

A gestão Emanuel Pinheiro, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, continua concentrando esforços no combate à Covid-19. Nesta quinta-feira (27), a campanha de imunização “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar” chegou à zona rural da Capital para a vacinação das crianças de 5 a 11 anos na região do Cinturão Verde, no Pedra 90.  O trabalho é realizado pela equipe do programa AMOR – Assistência Médica e Odontológica Rural.

A equipe fez o levantamento de aproximadamente 300 crianças da faixa etária que vivem nessa região e que por conta da dificuldade de acesso às unidades de saúde e de locomoção, serão atendidos na Escola Municipal Rural Herbert José de Souza.  

“Atualmente nossas equipes atendem em torno de 22 comunidades rurais em Cuiabá. Somos duas equipes compostas por médicos, enfermeiros, dentistas e os auxiliares que atendem como uma unidade de Saúde da Família levando até as comunidades tanto ações da saúde como sociais também, utilizando espaços como escolas, centros comunitários, associações e às vezes até varandas nas chácaras. O Cinturão Verde é uma comunidade rural relativamente próxima à Capital, mas que engloba uma série de outras comunidades e o acesso não é muito fácil. Nessa ação aqui na escola atenderemos cerca de 300 crianças na faixa etária entre 5 e 11 anos”, explicou o enfermeiro  Alan Maique Ribeiro.

Leia mais:  Vacinação na UBS do Dr. Fábio está temporariamente suspensa; veja outros locais para se vacinar

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou que levar o serviço à zona rural do município representa mais do que a imunização e o combate à pandemia, mas também o cuidado com a população e a humanização da saúde.  “A campanha de vacinação contra a covid-19 tem sido marcada pelo empenho de toda a equipe para levar a esperança que a vacina representa, não medindo esforços para que o atendimento chegue àqueles que não têm condições de ir até o polo central”, ressaltou o prefeito.

A primeira criança vacinada na zona rural de Cuiabá foi o Emanuel Tosta, de 10 anos, que foi acompanhado da mãe, a professora Márcia Tosta. “O programa AMOR é uma benção porque para nós que moramos aqui no Cinturão e nas chácaras fica complicado sairmos daqui para irmos ao Pedro 90, principalmente aqueles que não possuem transporte. Nós mobilizamos toda a comunidade para a vacinação para que viessem, porque se temos esse recurso através da Prefeitura temos que valorizá-lo para que em breve tudo volte ao normal e para que nossas crianças possam voltar com segurança às salas de aula”, pontuou a professora.

Leia mais:  Sugestão de Pauta: Prefeito entrega quase 900 títulos de regularização fundiária nesta quinta-feira (27)

Já o Davi Augusto, de 9 anos, esteve acompanhado do pai, o senhor Jair Machuinski, que relatou a importância da atuação do programa AMOR na comunidade, bem como a imunização contra a Covid-19.  “Isso aqui é um presente para nós, porque ajuda em tudo. Os postos de saúde estão lotados e temos dificuldades para ter acesso. E agora com a imunização das crianças posso mandar meu filho para a escola sem medo. Eu perdi a minha mãe para a Covid-19, ela não conseguiu se vacinar, mas se tivesse se vacinado tenho certeza de que estaria viva”, comentou o aposentado.                  

A dona Janete Ferreira levou as duas netas para a vacinação a Poliana, de 6 anos, e a Isabela, de 9 anos. Janete que faz parte do grupo com comorbidades afirmou que ficou feliz com a imunização das netas e que a agora se sente mais segura. “Nós aqui no Cinturão Verde precisamos muito de ações como essa, eu não teria condições de leva-las lá na unidade Beira Rio, então agradecemos muito a Deus e a Prefeitura. Elas estudam então é importante estarem imunizadas, eu também faço parte do grupo de risco, já fui imunizada, então agora nos sentimos mais seguras”, disse.

Comentários Facebook
Continue lendo

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana





Copyright © 2018 - Agência InfocoWeb - 66 9.99774262