Connect with us

Mato Grosso

Vice-governador convoca lideranças para criação de plano de qualificação profissional direcionada

Published

on

O vice-governador Otaviano Pivetta convocou as principais lideranças de entidades que promovem a qualificação profissional no estado, para elaborar um plano de preparação de mão de obra. A intenção é desenvolver um conjunto de ações para que os jovens que estão no ensino médio, além da população que está em busca de oportunidade, recebam preparo e qualificação, conforme as vagas de emprego disponíveis no mercado.

Para o vice-governador, existe hoje uma série de ofertas de trabalho no setor técnico, que não estão sendo preenchidas pela falta de habilitação. O que poderia ser resolvido, segundo Pivetta, com a identificação do perfil que o atual mercado de trabalho necessita.

“É notório como faltam diversos perfis de mão de obra técnica e de outro lado temos gente com diplomas universitários, que muitas vezes estão sem emprego ou fora da área em que se formou”, pontuou ele.

Participaram da discussão representantes da Fiemt, Fecomércio, IFMT, Unemat, Sebrae, Senai, Senar, Famato, Senac, Secitec e Seduc. Junto à vice-governadoria, eles irão atuar como grupo de trabalho que irá operar de forma conjunta para construir soluções eficientes e coordenadas na qualificação de jovens, dos adultos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e demais pessoas que estiverem à procura por certificação profissional.

Leia mais:  Motoristas com CNH vencida entre janeiro a junho de 2021 devem renovar o documento até dia 31 de julho

O plano com as propostas deverá ser apresentado nos próximos dias ao governador Mauro Mendes.

Gustavo Oliveira, presidente da Fiemt, reconheceu o direcionamento proposto pelo vice-governador.

“A Fiemt sabe o que fazer, mas não sabe o que os outros vão fazer. Nesse sentido, a proposta do vice-governador é extremamente inteligente em nos reunir aqui, pois nos provoca a olharmos conjuntamente esse cenário. Tem o nosso total apoio”, afirmou Gustavo.

De acordo com o secretário executivo da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Amauri Fernandes, Mato Grosso conta hoje com cerca de 30 mil alunos matriculados nos anos finais escolares e que possuem faixa etária entre 15 e 18 anos.

“Um público que precisa de renda salarial, está apto a trabalhar, mas sem atuar ainda por não possuir a capacitação que o mercado exige. E isso, diante de um cenário mercadológico que está cada vez mais exigente, dinâmico e tecnológico”, disse Amauri.

Para Marcus Taques, pró-reitor do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a importância do grupo de trabalho tem como ponto essencial evitar o desperdício de recursos.

Leia mais:  Seduc realiza fórum para implementar a Política Estadual de Educação Especial

“É fundamental que tenhamos essa clareza da atuação de cada instituição presente hoje no propósito de qualificar a mão de obra, mas sem que criemos sombras de atuação entre as nossas soluções e públicos. Vamos somar forças”, finalizou o pró-reitor. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook

Mato Grosso

Governo de MT doa a povos indígenas balsa que faz travessia do Xingu

Published

on

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (01.07) o termo de doação da Balsa Estradeiro I e do Rebocador Estradeiro II para a Associação da Balsa dos Povos Indígenas do Xingu. 

Com isso, a partir de agora a responsabilidade pela manutenção dos barcos, que fazem a travessia do Rio Xingu na MT-322, será dos indígenas, que já são responsáveis por operar as embarcações.

Em ato na Aldeia Piaruçu, o cacique Megaron agradeceu o Governo do Estado pela doação. “Eu quero falar aqui que nós estamos felizes e contentes com a doação da balsa. Queremos agradecer ao governador Mauro Mendes, como outras pessoas que nos ajudaram também”.

Em fevereiro deste ano, o Governo do Estado entregou as balsas reformadas aos povos indígenas. No total, o Estado investiu R$ 1,2 milhão no conserto. Foram realizados serviços de reparo nas estruturas da balsa, nas rampas de acesso, recuperação do abrigo de passageiros, instalação de portões e revisão de toda a parte mecânica do rebocador, além da limpeza e pintura da balsa.

Leia mais:  Estão construindo o caminho para o caos fiscal no país, diz Mauro Mendes

Os equipamentos haviam sido apreendidos pela Marinha do Brasil em abril de 2021, atendendo uma decisão judicial que apontava falta de segurança. A balsa é a única alternativa para atravessar o Rio Xingu em Mato Grosso.

Desta forma, seu funcionamento é essencial para o escoamento da produção agrícola da região, para o comércio e para a integração entre o norte mato-grossense e a região do Norte Araguaia. Além disso, o serviço tem grande relevância para os povos indígenas que vivem no Parque do Xingu, e que são responsáveis pela operação da balsa.

A Balsa Estradeiro I tem 39 metros de comprimento e capacidade para transportar 169 toneladas de carga, 48 passageiros e dois tripulantes.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Mato Grosso

Concurso do Indea Mato Grosso é homologado e nomeações devem ocorrer neste ano

Published

on

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Basílio Bezerra, e a presidente do Instituto de Defesa Agropecuária, Emanuele Almeida, homologaram o resultado do concurso público, para formação de cadastro reserva para os cargos efetivos de fiscal estadual de defesa agropecuária e florestal e agente fiscal estadual de defesa agropecuária e florestal I do Indea/MT. A publicação saiu no Diário Oficial Extra de 30 de junho.

O próximo passo será a nomeação dos novos servidores, que ocorrerá por ato do governador e deve ser realizada pela Seplag. Após a nomeação em Diário Oficial, os convocados têm o prazo de 30 dias para tomarem posse e mais 15 dias para o exercício da função nas unidades regionais, onde prestaram concurso público.

“O concurso é para cadastro de reserva. Não há um número específico de pessoas que devem ser nomeadas. Nós temos a expectativa de convocar em torno de 100 pessoas ainda este ano e os demais ao longo dos anos, conforme a necessidade da Administração Pública”, explicou a presidente do Indea/MT, Emanuele Almeida.

Leia mais:  Estado fecha o semestre com apreensão de mais de 160 maquinários e R$ 570 milhões em multas aplicadas por crimes ambientais

O concurso tem validade de dois anos, mas pode ser prorrogável por igual período, conforme consta no edital.

A prova do concurso foi realizada no dia 29 de maio e teve a participação de 5.789 inscritos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Segurança

MT

Brasil

Economia & Finanças

Mais Lidas da Semana